-Palavra Curta · -Paulo Ricardo Zargolin

Expresso libertinagem

Por: Paulo Ricardo Zargolin

Quando se pensa em liberdade de expressão, é comum que haja uma tendência ideológica que impulsiona os emissores de qualquer mensagem a imprimir em sua fala discursos inescrupulosos e/ou inconsequentes, baseando-se em um “direito assegurado por lei”.
No entanto, todo cidadão necessita compreender que, no âmbito daquilo que lhe é garantido pela legislação, encontram-se também seus respectivos deveres. Cabe, pois, a cada um zelar por seus direitos, respeitando a equidade social incutida nessa garantia.
Além disso, para não incorrer em atos como ofensa, humilhação e injúria a outrem, confundindo os limites e as especificidades do conceito de liberdade, é essencial que o indivíduo tenha aprendido os princípios básicos da cidadania e que, obviamente, coloque-os em prática.
Por conseguinte, é possível expressar os pensamentos e ideais sem incitar ódio e intolerância à integridade de nenhum indivíduo, deixando de embarcar num “expresso libertinagem”, onde guerras ideológicas são travadas em cada “vagão” e os direitos e deveres dos cidadãos seriam considerados mera utopia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s